Bicampeão Maranhense é de Coroatá: confira!

Witalu é atleta patrocinado pela Escola Seven de Coroatá.
Bicampeão Maranhense é de Coroatá: confira!

No dia 18 de abril de 2007, quando o coroataense Witalu Fernandes Lima nasceu, no antigo HGM, sua mãe ficou preocupada ao observar aquele que para ela era um menino muito frágil. No entanto, visitas posteriores ao médico e ao nutricionista revelaram que seu desenvolvimento ocorria dentro da normalidade. Hoje, com dez anos, é um menino cheio de energia, aparência saudável, que gosta de brincar, estudar e participar de atividades artísticas e esportivas na escola. Morador do bairro Trizidela, Witalu é o segundo filho do casal Vandercleiton e Kaudiza. À primeira vista parece um menino como qualquer outro, mas não se engane, estamos falando do bicampeão maranhense de Karatê em sua categoria, atleta que venceu todas as lutas da modalidade kata, torneios e campeonatos que disputou, além de ser uma das maiores promessas das artes marciais do estado.

A história vencedora de Witalu no Karatê começou quando seu pai o levou para assistir a um treino de capoeira de um grupo recém fundado no bairro Trizidela. Lá, teve contato com Luciano Oliveira presidente do CEPECC (Centro Poliesportivo e Cultural de Coroatá), localizado na antiga AABB de Coroatá. Ali Witalu passou a treinar com outro campeão, o professor (sensei) Marlon Rangel, que desde então tem sido seu técnico.

Como seu pai gosta de dizer, “Witalo é um menino diferenciado”. Focado, disciplinado e persistente, mas também é muito explosivo. Certo dia, com seis anos de idade, sentado no colo da mãe, ele assistia à distância seu irmão brincar com outras crianças. Repentinamente um menino maior começou a querer bater no seu irmão. Witalu pulou do colo da mãe, pegou uma ripa e botou todo mundo para correr. Corajoso e destemido, ao participar do primeiro torneio de Karatê, em Presidente Vargas, para competidores de 6 e 7 anos, nosso atleta perdeu na categoria de apresentação dos movimentos (Katá) para outro garoto tido como o melhor até então. Witalo não gostou e se recusou a comer. Falava o tempo todo que ia pegar o campeão e ganhar dele. Pouco antes da luta, começou a aquecer com o pai. Os outros competidores ao observarem a forma explosiva como Witalo socava e chutava o pai, foram um a um desistindo. Até que o pai do campeão, com medo de que Witalo machucasse seu filho, o retirou da competição. A direção do evento anunciou então que quem quisesse lutar com Witalo que se manifestasse, mas ninguém apareceu.

“Sem o Karatê, seria difícil controlar toda essa agressividade e explosão”, afirma o pai do bicampeão maranhense. Depois que começou a treinar Witalu se tornou bem mais equilibrado e só luta no tatame. Ele agora se prepara para participar do campeonato brasileiro. Por tudo que já conquistou até agora e por não ter adversário a sua altura no Maranhão, seu técnico, familiares e admiradores têm acreditado que ele pode trazer para Coroatá o título de campeão brasileiro de sua categoria. A ele toda nossa torcida!




Ver outras notícias